Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Yoga na minha Vida

O Yoga ajuda a descobrir quem tu és... Tens coragem para saber a resposta?

Yoga na minha Vida

O Yoga ajuda a descobrir quem tu és... Tens coragem para saber a resposta?

Rishikesh - A capital do mundo do Yoga

Rishikesh é conhecida como a capital do mundo do Yoga. Quem quer vivenciar o Yoga e a meditação no seu berço e quem procura uma viagem espiritual é para aqui que vem!

Rishikesh, também é conhecida como as portas do céu, já que se situa no sopé dos Himalais, ou seja onde estes se começam a formar.

20170202_115427_Richtone(HDR).jpg 

 

Depois de mais 15 horas de viagem de avião para chegar à India e dois dias por Deli, agora o destino era Rishikesh!!

De Nova Delhi fomos de comboio até Haridwar, numa viagem que demorou cerca de 6h30.

 

20170201_003306.jpg20170201_043113.jpgIMG_0055.JPG

 

 O comboio onde viajavamos, surpreendeu-me pela positiva. Foram-nos dadas refeições e chás!

Chegados a Haridwar, mais um transporte, desta vez de mini-autocarro até Rishikesh, que demorou mais uma hora! Tudo na Índia é longe!!

 

20170201_065122.jpg

 

*Estação de comboios de Haridwar

 

Quando estamos quase a chegar a Rishikesh, somos brindados pela maravilhosa vista sobre os Himalaias. Fica para trás a sensação de cansaço e o sentimento que tens é de uma enorme alegria! Avistar os Himalais é soberbo...

 

IMG_0086.JPG

 *Himalais

 

 

Rishikesh... Rishikesh é maravilhosa!

 

Rishikesh tem uma energia brutal. Tu sentes toda essa energia por onde quer que andes, nos espaços, no rio (ai o riooo!!), nas pessoas.

É caotica e tranquila ao mesmo tempo! É o equilibrio perfeito entre a confusão e a serenidade.

Consegue-se sentir a magia e energia desta cidade no corpo...e a vibração é maravilhosa!

Esta iria ser a minha casa durante 15 dias e eu já estava rendida aos seus encantos...

Senti-me em casa assim que cheguei a Rishikesh!

20170201_123708.jpg20170201_123947_Richtone(HDR).jpg20170207_072618_Richtone(HDR).jpg20170202_111751_Richtone(HDR).jpg20170202_111014_Richtone(HDR).jpg20170207_070631-1.jpg

 

As pessoas são super simpáticas e senti que têm o conceito de Karma muito enraizado. Eles sabem que todas as suas açoes retornam a si. Então nunca senti que estivesse a ser enganada por exemplo quando fazia compras no mercado, estava a pagar o preço justo, até porque tudo é barato em Rishikesh. Também nunca senti medo por andar nas ruas sozinha, o que aconteceu algumas vezes.

 

Em Rishikesh, as vacas andam nas ruas livremente e são sagradas para os Hindús.

Em Rishikesh não se come carne, peixe nem se bebe alcool.

20170203_103804.jpg20170204_111319_Richtone(HDR).jpg16730291_10206539480645061_7488456683100170918_n.j

  

O nosso alojamento ia ser vivenciado de duas formas. Num Ashram e num Hotel!

 

O Ashram ficava num ponto mais alto da cidade e por estradas de terra e completamente estreitas lá seguimos viagem e confesso que pensei algumas vezes que o pequeno autocarro não iria conseguir subir aquelas ruas tão íngremes e apertadas.

 

20170201_110702.jpg20170201_113409.jpg

 

A forma como nos receberam no ashram foi maravilhosa.

Todos os rituais que vivi aqui foram maravilhosos e muito intensos! Uma sensação de regresso a casa muito grande!

Tudo no Ashram é simples. Os quartos, a sala de prática e meditação, a comida simples e maravilhosa!

20170201_105959.jpg20170204_023547.jpg20170204_041300.jpg20170201_213232.jpg* Sala de meditação

 

As refeições eram feitas no chão e não havia talheres, à excecão do pequeno-almoço por comermos papas de aveia! Posso dizer-vos que a comida é muito mais saborosa quando comemos com as mãos! A comida era simplesmente maravilhosa, confecionada apenas por homens que também nos serviam. 

Os pratos por vezes eram lavados no rio!

 

20170202_080445.jpg20170202_080428.jpg20170203_035153.jpg20170202_083920.jpg

 

Vida no Ashram:

 

Acordavamos às 7h manhã e das 7h30 até às 8h faziamos meditação. Depois a prática Yoga e pelas 9h tomavamos o pequeno-almoço. Seguia-se o Karma Yoga, onde executavamos algumas tarefas, como a limpeza do Ashram.

 

20170201_224018.jpg

Aqui tivémos a oportunidade de participar no Panchagni, a celebração dos 5 fogos, onde ficavamos em meditação, até à hora do almoço.

Também fizemos a celebração do fogo à noite, e deixem-me que vos diga, foi simplesmente Brutal!

 

20170202_045801.jpg20170202_103849.jpg

 

*A preparação para a celebração do fogo

20170203_203606.jpg20170203_205329.jpg16508739_10206488223243658_1971392442503239787_n.j20170203_214536.jpg20170203_210837.jpg

 

*Quando recebi o meu nome espiritual: Shiva Prya - aquela que é amada por Shiva!

20170203_120133.jpg

  

Ficamos aqui 4 dias. Os restantes dias foram passados num Hotel.

 

Nas tardes que tinhamos livres, aproveitavamos para conhecer melhor os recantos desta cidade. Corri as livrarias quase todas, onde passei muito tempo a escolher alguns dos muitos livros, verdadeiras bíblias, sobre Yoga. Aqui podes fazer muito boas compras. Comprei uma série de livros que não ultrapassaram os 7/8 euros, e que em Portugal custariam mais de 30 euros cada um, ou simplesmente nem consegues encontrar! Comprei 6 livros! 

 

Faziamos algumas compras nos mercados, ou simplesmente deixavamo-nos estar à conversa nos bonitos cafés de Rishikesh com vista para o rio, saboreando as tão maravilhosas Lassi's (uma bebida tipica na India feita de iogurte).

 IMG_0450.JPG20170205_111609.jpg20170207_070548.jpg

20170207_072550_Richtone(HDR).jpg20170207_072611_Richtone(HDR).jpgIMG_0174.JPG

 

 Ao final da tarde e pouco antes do sol se pôr, íamos até ao rio, ver o ganga Artri - a celebração do fogo, e a oferenda ao Rio! Um ritual simplesmente maravilhoso onde se juntam muitas centenas de pessoas! Juntamente com esta oferenda faziam-se cânticos que faziam ressoar a minha alma!

 

20170209_180421_Richtone(HDR).jpg

*Em Haridwar

20170209_180738_Richtone(HDR).jpg

 

Fizemos visitas a templos, grutas, vimos o nascer do Sol a romper os Himalais, vimos cascatas, visitamos um Swamiji que vive numa gruta no meio da floresta, visitamos Ashrams, entre outras coisas que ficarão para outro Post!

 

Fui muito feliz deste lado do mundo!

Muitas vezes as lágrimas cairam simplesmente face abaixo...  fui muitas vezes invadida por uma sensação de enorme gratidão, com a sensação de que eu não deveria de estar em mais lado nenhum no mundo senão ali, a vivenciar cada Mantra, cada meditação, cada Satsanga, cada visita, cada descoberta, cada ritual... e isso fazia o meu coração transbordar de alegria!

 

Ir à Índia foi um sonho tornado realidade, e ir à India para poder praticar Yoga e Meditaçaão no seu berço, foi Ouro sobre Azul!

Eu sei que vou voltar! 

 

 

Susana

Hari Om,

 

 

 

 

 

 

1 comentário

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.